TELE MATRÍCULA: Caucaia: (85) 3237.0152 / Maracanaú: (85) 3382.2600 / Cascavel: (85) 3334.0971

Faróis desligados voltam a render multas

farol-apagado

Está decidido: As multas para quem dirigir com os faróis desligados, ainda que durante o dia, em rodovias estaduais ou federais, vai mesmo voltar, aplicadas por órgãos de todo o país.

A decisão do Tribunal Regional Federal considera que as multas podem ser aplicadas desde que a estrada esteja com boa sinalização, seja em trechos rurais ou urbanos, e a fiscalização já voltou a acontecer em diversas rodovias pelo Brasil.

A aplicação de multas havia sido suspensa pela Justiça em setembro, sob a justificativa de que as estradas do país não possuíam sinalização suficiente para informar aos motoristas sobre a obrigatoriedade do uso de faróis.

Para alguns motoristas, também não havia ficado claro se era obrigatório usar o farol aceso em trechos urbanos. Mas é, a partir de agora, desde que a sinalização esteja clara, com o uso de placas que indiquem que a estrada é uma rodovia ou a quilometragem da pista, por exemplo.

Desde julho, quando a lei entrou em vigor, quase 26 mil motoristas haviam sido multados pela infração, só no Distrito Federal.

“Se realmente não tiver sinalização que deixe claro que aquele perímetro urbano trata-se de uma rodovia, não será aplicada a lei e será apenas orientado, recomendado que se trafegue, a partir dali, com o farol aceso”, afirma o inspetor da Polícia Rodoviária Federal, Diego Egito.

Há quem não tenha parado de usar o farol aceso, mesmo durante a suspensão, mas com a nova decisão resta aos motoristas acatarem a lei e redobrarem a atenção.

Ou isso ou estar sujeito a uma multa de R$ 85, que vai subir para R$ 130 em novembro, além de receber quatro pontos na carteira de habilitação.

Receba Novidades Cadastre seu e-mail e receba nossos conteúdos exclusivos.
Utilidades
© COPYRIGHT - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS | AUTO ESCOLA GENESIS
ALUNO ON-LINE